Escola Jaya de Yoga

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Escola Jaya de Yoga

twitter

Siga-nos no TWITTER Siga ejaya97 on Twitter

 

A Escola foi criada em 1997 e é dirigida pelos Profissionais de Yoga, Alexandre Dos Santos e Rosi Vogas. Localizada na zona norte da cidade do Rio de Janeiro, possui duas unidades uma na Ilha do Governador e outra na Vila da Penha.

A Escola tem como objetivo ensinar e divulgar os valores do Yoga Tradicional proporcionando autoconhecimento e autoaperfeiçoamento.

Conta com um excelente quadro de professores e ótimas instalações. Ambas as unidades são bem localizadas e estão de portas abertas para lhe receber.

Venha conhecer a Escola Jaya de yoga!

 

Ano Novo

E-mail Imprimir PDF

Sobre o ‘Ano Novo’, realmente podemos dizer que é um novo ano? Qual a nossa intenção ao dizer a expressão ‘Ano Novo’? Será totalmente novo, com situações que nunca aconteceram antes? Nós falamos que é novo, apesar de sabermos que não há nada de novo no ano que se inicia. Ou há?

 

Curso de Formação & Aprofundamento em Yoga nível básico

E-mail Imprimir PDF

Inscrições Abertas para o CURSO DE FORMAÇÃO & APROFUNDAMENTO EM YOGA Nível Básico

O Curso de Formação e Aprofundamento em Yoga, da Escola Jaya é um curso que nasceu decorrente dos anseios de praticantes em buscar mais conhecimento, onde o Professor Alexandre Dos Santos oferece sua experiência de mais de vinte anos no ensino desta filosofia milenar juntamente com um corpo docente de altíssima qualidade.

 

RETIRO DE INVERNO DA ESCOLA JAYA

E-mail Imprimir PDF

Retiro de Inverno da Escola Jaya de Yoga

 

 

Venha participar do Retiro de Inverno da Escola Jaya, em Vrajabhumi na “Pousada Gaura Mandir”onde você praticará Asanas, Pranayamas e Meditação com os profissionais da Escola Jaya de Yoga em um final de semana de Auto Conhecimento inteiramente consagrado a você!

 

Use a sua vida para compreender a própria

E-mail Imprimir PDF

 

Alguma vez já pensou em sacrificar sua vida por alguma coisa? A natureza desta e de outras perguntas bem subjetivas está na necessidade de refletirmos como nós vivemos. O nível de entrega, de sacrifício por algo em que se acredita, por um ideal, por uma mudança, cada vez parece menor se repararmos com atenção.